Financiamento


Entre 2000 e 2011, os recursos aplicados em pesquisa e desenvolvimento (P&D) saltaram de R$ 12 bilhões para R$ 49,9 bilhões, segundo dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Nesse período, os investimentos públicos saíram da casa dos R$ 6,5 bilhões para R$ 26,3 bilhões. Os recursos públicos são repassados às empresas por meio de diversos mecanismos de apoio direto e indireto à inovação, tanto do governo federal como dos governos estaduais, por meio de agências de fomento e bancos de desenvolvimento. Também são fontes de recursos o chamado capital empreendedor ou de risco, como seed e venture capital, private equity e investidores anjos. Saiba mais sobre essas modalidades aqui. Veja abaixo, os principais programas de apoio à inovação e atores do sistema nacional de ciência, tecnologia e inovação.

Governo federal

Agências de fomento
Banco de desenvolvimento
Programas com recursos reembolsáveis
Programas com recursos não reembolsáveis
Programas com recursos integrados
Programas de bolsas
Editais abertos

Governos estaduais

Agências de fomento

Governos estaduais

Fundos mistos – públicos e privados
Fundos privados